Um fórum onde os segredos do ocultismo deixam de ser segredos. Mas, lembre-se que o que vai encontrar aqui é conteúdo poderoso e ás vezes perturbador, se ñ acha que tem responsabilidade suficiente para participar ou até ler o nosso conteúdo, não o faça.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
pentagramas
Fórum
Xat da Radio Amplitude

Get RadioAmplitude chat group | Goto RadioAmplitude website
Não falar sobre fenómenos paranormais neste chat....pedimos a compreensão e cooperação de todos...
Últimos assuntos
» Aulas de Kinesis
Sab Mar 23, 2013 10:15 pm por Rafael de Oliveira

» Extras :: Downloads :: Animes e/ou OVA's
Dom Out 07, 2012 5:25 pm por Scorpio

» Apresentação
Seg Set 24, 2012 6:35 pm por Admin (el oculto)

» Os Dragões
Qui Jun 14, 2012 2:30 pm por dark draco

» Meditação Elemental
Seg Fev 27, 2012 10:42 pm por solua

» Olá a todos :)
Sab Out 29, 2011 7:50 am por Angel

» [teoria] Como se Tornar Realmente Um Vampiro
Sab Out 22, 2011 3:54 pm por Admin (el oculto)

» Tutorial: Como Parar o Tempo
Sab Out 22, 2011 9:37 am por Admin (el oculto)

» A Quimera dos Tempos Atuais
Qui Out 20, 2011 7:42 am por Admin (el oculto)

Links do Fórum
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Radio Style

Compartilhe | 
 

 A Pedra Filosofal e a Grande Obra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Seven~Satan

avatar

Mensagens : 20
Estrelas : 2158
Obrigados : 1
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 21

MensagemAssunto: A Pedra Filosofal e a Grande Obra   Sab Ago 20, 2011 8:14 pm



A Pedra Filosofal
Os alquimistas tentavam produzir em laboratório a pedra filosofal (ou mercúrio dos filósofos, entre muitos outros nomes) a partir de matéria-prima mais grosseira. Com esta pedra seria possível obter a transmutação dos metais e o Elixir da Longa Vida, que é capaz de prolongar a vida indefinidamente. O trabalho relacionado com a pedra filosofal era chamado por eles de "A Grande Obra".
Considera-se que o trabalho de laboratório dos alquimistas medievais com os "metais" era, na verdade, uma metáfora para a verdadeira natureza espiritual da alquimia. Assim, a transformação dos metais em ouro pode ser interpretada como uma transformação de si próprio, de um estado inferior para um estado espiritual superior.
A pedra filosofal poderia não só efetuar a transmutação, mas também elaborar o Elixir da Longa Vida, uma panacéia universal, que prolongaria a vida indefinidamente. Isto demonstra as preocupações dos alquimistas com a saúde e a medicina. Vários alquimistas são considerados precursores da moderna medicina, e entre eles destaca-se Paracelso.
A busca pela pedra filosofal é, em certo sentido, semelhante a busca pelo Santo Graal das lendas arturianas. Em seu romance "Parsifal", escrito entre os anos de 1210 e 1220, Wolfram von Eschenbach associa o Santo Graal não a um cálice, mas a uma pedra que teria sido enviada dos céus por seres celestiais e teria poderes inimagináveis. Também na cultura islâmica desempenha papel importante uma pedra, chamada Hajar el Aswad, que é guardada dentro de uma construção chamada de Kaaba, considerada sagrada, e que é cultuada em Meca.

A Grande Obra
O processo alquímico é o principal trabalho dos alquimistas (frequentemente chamado de "A Grande Obra"). Trata-se da manipulação dos metais, e da fabricação da pedra filosofal. As matérias-primas do processo alquímico são, entre outros, o orvalho, o sal, o mercúrio e o enxofre. De um modo geral, o processo alquímico é descrito de forma velada usando-se uma complicada simbologia que inclui símbolos astrológicos, animais e figuras enigmáticas.
O orvalho é utilizado para umedecer ou banhar a matéria-prima. O sal é o dissolvente universal. Os outros dois elementos, mercúrio e enxofre são as principais matérias-primas da alquimia. O enxofre é o princípio fixo, ativo, masculino, que representa as propriedades de combustão e corrosão dos metais. O mercúrio é o princípio volátil, passivo, feminino, inerte. Ambos, combinados, formam o que os alquimistas descrevem como o "coito do Rei e da Rainha".
O sal, também conhecido por arsênico, é o meio de ligação entre o mercúrio e o enxofre, muitas vezes associado à energia vital, que une corpo e alma.
A linguagem dos textos alquímicos com freqüência faz uso de imagens sexuais. E não é muito incomum que a ligação de elementos seja comparada a um "coito". Normalmente este casamento é associado à morte, e é representado, com freqüência, ocorrendo dentro de um sarcófago.
Enquanto a união de ambos os elementos é representada por um "casamento" ou "coito", o combate entre o enxofre e o mercúrio, entre o fixo e o volátil, entre o masculino e o feminino é comumente representado pela luta entre o dragão alado e o dragão áptero.
Também é muito freqüente o uso de símbolos da astrologia na linguagem alquímica. Associam-se os planetas da astrologia com os elementos da seguinte forma:
O Sol com o ouro
A Lua com a prata
Mercúrio com mercúrio
Vênus com o cobre
Marte com o ferro
Júpiter com estanho
Saturno com chumbo
Animais são usados pelos alquimistas para descrever o processo alquímico e os elementos envolvidos nele. Os antigos tinham como quatro os principais elementos, terra, água, ar e fogo, de forma que todos os outros poderiam ser obtidos pela combinação destes, em diferentes proporções. Normalmente, o unicórnio ou o veado é usado para representar o elemento terra, o peixe para representar a água, pássaros para o ar, e a salamandra o fogo. O sal é normalmente representado pelo leão verde. O corvo simboliza a fase de putrefação do processo (associada ao calor e ao fogo), que assume uma cor escura. Enquanto que um tonel de vinho representa a fermentação, fase muito freqüentemente citada pelos alquimistas no processo alquímico.
O trabalho alquímico está fundamentado em certos caminhos que devem ser seguidos. Na alquimia existem dois caminhos principais: a via úmida (pois trabalha com o orvalho) e a via seca. A via úmida é considerada um processo lento, mas que oferece menos riscos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
A Pedra Filosofal e a Grande Obra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vald Drakus - Tzimisce - Sabá
» MvP Torturante - Joe Pedra Grande
» A Grande Profecia
» Elementos ( Agua/Fogo/Eletrico/Planta/Pedra/Metal/Fantasma/Psyquico )
» Oração a São Marcos da Pedra Preta

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Magia e Rituais :: Magia Alquimista-
Ir para: